Blog

Estudo sobre mesotelioma: administração direta de quimio-medicamentos durante a cirurgia

No interesse de muitos de nossos clientes que sofrem de câncer mesotelioma relacionado ao amianto, às vezes publicamos sobre novas pesquisas médicas que têm potencial para ajudar a tratar o câncer devastador. Baylor anunciou o lançamento de um estudo de pesquisa clínica que avaliará um novo protocolo de tratamento quimioterápico.

Mesotelioma

O mesotelioma é um câncer causado pela exposição ao amianto. Os tumores crescem nos revestimentos ao redor dos principais órgãos, mais comumente no revestimento ao redor dos pulmões, chamado de pleura. Os sintomas do mesotelioma pleural incluem perda de peso, caroços sob a pele no peito, dor no peito, falta de ar, dificuldade para engolir, líquido no peito, tosse dolorosa e muito mais.

O tratamento do mesotelioma é difícil porque muitas vezes é descoberto pela primeira vez em um estado avançado da doença. O tratamento pode incluir uma combinação de cirurgia, quimioterapia ou radioterapia. Devido às opções limitadas de tratamento em muitos casos, não é incomum que os pacientes participem de ensaios clínicos experimentais de novos tratamentos, como o próximo estudo em Baylor.

O ensaio clínico de Baylor

O Centro de Tratamento de Mesotelioma do Baylor College of Medicine Lung Institute anunciou em 20 de dezembro que começou a inscrever participantes com mesotelioma pleural maligno em um estudo clínico do desempenho de duas drogas quimioterápicas quando colocadas juntas no peito no local dos tumores por meios cirúrgicos.

Os médicos de Baylor já administram cisplatina aquecida, um medicamento quimioterápico, na cavidade torácica em cirurgias com impacto positivo na sobrevida. A quimioterapia aquecida administrada cirurgicamente é menos tóxica para o corpo, portanto quantidades maiores podem ser administradas do que por meio de IVs, de acordo com o Dr. Shawn Groth, citado no comunicado de imprensa de Baylor.

Em outro método de tratamento, quando a cisplatina é combinada com o medicamento contra o câncer pemetrexed e administrada por via intravenosa no tratamento quimioterápico, os resultados são mais promissores do que quando a cisplatina é usada apenas por via intravenosa.

No novo estudo, os pesquisadores querem saber se a combinação dessas duas drogas, quando administradas de forma aquecida e por meio de cirurgia diretamente no peito, será mais eficaz do que a cisplatina administrada dessa maneira sozinha.

Compartilhar